Audiência pública discute situação da Mercedes-Benz em Juiz de Fora

Funcionários da Mercedes-Benz, em Juiz de Fora, paralisaram suas atividades nesta segunda-feira, 15, para participarem de uma audiência pública que ocorreu na Câmara de vereadores de Juiz de Fora.Os trabalhadores buscam, da empresa e das autoridades, um posicionamento sobre a atual produção e o destino dos funcionários.

Faz aproximadamente seis meses que trabalhadores da unidade trabalham na insegurança de perderem seus empregos. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, a empresa anunciou o fim da produção de caminhões e Sprinter na cidade, que levaria a demissão de 70%, dos 1150 trabalhadores diretos, e outros 600 de forma indireta, que juntos produzem cerca de 32 caminhões por dia.

A ação foi motivada por funcionários da Mercedes, junto a outras autoridades públicas, pela falta de respostas empresa. “Solicitamos esta audiência pública, para buscamos uma resposta do que está realmente acontecendo. Pedimos uma resposta da empresa e ela informa que a resposta depende do estado e quando pedimos uma resposta do estado, ele diz que depende da empresa. Então queremos uma resposta da empresa. Hora ela diz que levará a produção dos caminhões para fora da cidade, outra ela fala que levará somente a produção das cabines”, disse o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Juiz de Fora e Região, Antônio Carlos.

A audiência dessa segunda-feira contou com a participação de representantes da Mercedes, do governo do estado de Minas Gerais, de autoridades do município.

Segundo o prefeito de Juiz de Fora, Antonio Almas, a prefeitura defende a permanência da empresa na cidade. “É de interesse da Prefeitura de Juiz de Fora que o empreendimento da Mercedes-Benz permaneça na cidade, a fim de garantir emprego e renda dessas pessoas”, disse o prefeito.

E completou dizendo,“estamos fazendo articulações,buscando conversas em nível estadual e federal, para que possamos viabilizar as questões que hoje dificultam a manutenção da Mercedes em Juiz de Fora. Estamos fazendo essas articulações, desde quando tivemos o conhecimento do problema”.

A previsão é que os trabalhadores retornem às atividades normalmente, nesta terça-feira, 16. Foto: Rafaela Frutuoso

Na próxima terça-feira,16, o vice-presidente da Mercedes-Benz irá se reunir com os trabalhadores para apresentar um novo posicionamento.

Para o presidente do Sindicato os Metalúrgicos de Juiz de Fora e Região, João Cesar da Silva, a audiência dessa segunda-feira, teve um resultado positivo. “O resultado dessa audiência foi muitopositivapela adesão e participação total dos trabalhadores que hoje paralisaram todo funcionamento na fábrica, para estarem aqui presentes. A partir de agora, temos que aguardar os desdobramentos dos poderes públicos, para cobrarem da Mercedes um posicionamento sério da empresa para o sindicato”.

A previsão é que os trabalhadores retornem às atividades normalmente, nesta terça-feira, 16.

 

 

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.