Ex-jogador Diego Maradona morre aos 60 anos, após sofrer parada cardiorrespiratória

Morreu na manhã desta quarta-feira (25), o ex-jogador argentino, Diego Maradona, aos 60 anos, vítima de parada cardiorrespiratória. De acordo com informações da imprensa local, ele estava em sua casa, no Bairro Tigre na Região Metropolitana de Buenos Aires, quando sofreu mal súbito, no final da manhã. Ao todo, quatro ambulâncias foram acionadas para socorrer o ex-jogador, porém não resistiu e veio a óbito.

No início do mês, ele foi internado na clínica Ipensa, na cidade de La Plata, na província da capital, após apresentar quadro de anemia e desidratação, justamente três dias após completar 60 anos de idade. 

Em nota oficial, a Associação do Futebol Argentino (AFA), lamenta a perda do craque e do maior jogador da história do país portenho:

“Maradona foi, é e será para sempre um prócer do nosso futebol. Um emblema que sabia como trazer para todos os cantos do planeta as cores da bandeira argentina. Diego marcou para sempre uma era com seu talento indescritível e indescritível. O planeta do futebol se lembrará de você para sempre.

Seu maior marco com a seleção argentina foi a conquista da Copa do Mundo FIFA “México 1986”, onde deixou uma notável e lembrada atuação contra a Inglaterra, com o melhor gol da história das Copas do Mundo.

Você será eterno em nossos corações, Diego.

Até logo,

D10s (dios)!”

Campeão do mundo pela Argentina em 1986, Maradona é considerado por muitos, como um dos melhores jogadores da história e também como o maior do futebol argentino. Em sua carreira, teve passagens por Argentinos Juniors, Barcelona, Napoli, Sevilla, Newell’s Old Boys e Boca Juniors. Ele encerrou sua carreira em 1998 pelo próprio ‘xeneise’, que é seu time de coração. 

Pela Seleção da Argentina, disputou 91 jogos, com direito a quatro participações em Copas do Mundo (1982, 1986, 1990 e 1994), além do título conquistado no México em 86, no qual o jogador teve atuações magníficas. Em sua última aparição em Copas foi nos Estados Unidos, porém ele foi afastado da competição, após ser pego no exame antidoping, ainda na fase de grupos.

Carreira como técnico

Após se aposentar dos gramados, Maradona fez intensa reabilitação, para tratar da dependência química. Posteriormente, se aventurou como técnico de futebol e seu primeiro trabalho foi justamente com a Albiceleste, na Copa do Mundo de 2010 na África do Sul. Apesar de ter vencido todos os quatro jogos disputados na competição, a Argentina foi goleada por 4×0 para a Alemanha nas quartas de final.

Depois, o Pibe passou por Al-Wasl e Fujairah, dos Emirados Árabes. Em 2018, comandou o Dorados, do México, e teve seu último trabalho no Gimnasia de La Plata, ainda neste ano.

Homenagens pelo mundo futebolístico

Horas após o anúncio da morte de Diego Maradona, diversas figuras futebolísticas prestaram homenagem ao ex-jogador, pelas redes sociais.

Pelé: “Que notícia triste. Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda. Ainda há muito a ser dito, mas por agora, que Deus dê força para os familiares. Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu!.

Romário: “Meu amigo se foi. Maradona, a lenda! O argentino que conquistou o mundo com a bola nos pés, mas também por sua alegria e personalidade única. Já disse algumas vezes, dos jogadores que vi em campo, ele foi o melhor”.

Gabriel Batistuta: “Eternamente Obrigado, chorando por você. Acompanho a seus familiares e descanse em Paz …Querido Diego”

Lionel Messi: “Um dia muito triste para todos os argentinos e para o futebol. Nos deixa, mas não vai, pois Diego é eterno. Guardo todos os belos momentos vividos com ele e queria aproveitar a oportunidade para enviar minhas condolências a todos os seus familiares e amigos”.

Cristiano Ronaldo: “Hoje despeço-me de um amigo e o Mundo despede-se de um génio eterno. Um dos melhores de todos os tempos. Um mágico inigualável. Parte demasiado cedo, mas deixa um legado sem limites e um vazio que jamais será preenchido. Descansa em paz, craque. Nunca serás esquecido”.

Neymar: “Sempre estarás em nossas memórias, você deixou seu legado. FUTEBOL te agradece. Descanse em paz lenda”.

 

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.