Cesama orienta sobre uso racional de água no calor e baixa umidade do ar

As altas temperaturas registradas em Juiz de Fora nos últimos dias, aliadas à baixa umidade relativa do ar, levaram ao aumento no consumo de água. A Companhia de Saneamento Municipal (Cesama) está monitorando a situação e orienta a população para que economize água durante esta onda de calor, atípica para este período do ano. Segundo o Instituto Brasileiro de Meteorologia (Inmet), a previsão é de que o tempo quente e seco continue até o final do mês na cidade, com temperaturas variando entre 15 e 35 graus nesta semana.

O diretor técnico-operacional da Cesama, Márcio Pessoa, alertou para o fato de a Represa de São Pedro, responsável pelo abastecimento de toda a cidade Alta, ter caído de 88,1 para 83,1% da sua capacidade, entre os dias 11 e 16: “Embora ela esteja operando com níveis superiores aos de 2019, é importante lembrar que se trata de manancial com capacidade de reservação menor. A Represa de São Pedro oscila rapidamente, de acordo com as condições climáticas, tanto em épocas de estiagem como durante o período chuvoso, que deve chegar a Juiz de Fora somente na segunda quinzena de outubro”.

O diretor lembrou ainda que o aparecimento dessa massa de ar quente e seco em pleno inverno já afeta diversas cidades, principalmente São Paulo, que, no último sábado, 12, registrou a tarde mais quente do ano, com 34,1 graus: “As sete maiores represas da capital paulista apresentam queda diária em sua capacidade de armazenamento há mais de um mês. É preciso usar casos como esse como alerta e solicitar à população que repense seus hábitos de consumo e pratique o uso racional da água. Em momento como esse, a prevenção é fundamental, para preservar nossos mananciais e evitar cenário mais drástico, como ocorreu com a crise hídrica de 2015”.

Cesama investe em obras para reforçar o abastecimento:

Até dezembro, a Cesama deve finalizar o conjunto de obras da Subadutora de São Pedro, que reforçará o abastecimento nas regiões mais elevadas do Município, sobretudo na Cidade Alta. Orçada em R$ 16 milhões, a obra reduzirá também a dependência da região para com a Represa de São Pedro, dando mais flexibilidade ao sistema local. A iniciativa inclui ainda uma estação elevatória no Bairro Carlos Chagas e novo reservatório de cinco milhões de litros no Bairro Caiçaras, ambos em fase final de execução.

Investimento de cerca de R$ 5,2 milhões, o novo reservatório de água do Bairro Santa Terezinha deve entrar em operação ainda em setembro. A unidade integra o complexo do Reservatório “Henrique de Novaes”, e terá capacidade de quatro milhões de litros, ampliando assim o sistema de reserva de toda a cidade.

Além disso, a Cesama finaliza a implantação de três novos reservatórios na Rua Jacobina Antônio Scoralick, na parte alta do Bairro Bairu. Juntas, as unidades terão capacidade de armazenar até 1,4 milhão de litros. Orçada em mais de R$ 1,5 milhão, a obra tem como objetivo ampliar a capacidade de acumulação do sistema nos bairros Bandeirantes, Bom Clima, Quintas da Avenida, Nossa Senhora das Graças, Eldorado, Bairu, Progresso, Marumbi e Santa Paula.

Pratique o uso racional da água através de atitudes simples:

Torneiras

. Deve estar fechada ao ensaboar as mãos, escovar os dentes e fazer a barba. Só abra quando for realmente utilizar a água;

. Faça o mesmo ao lavar roupas e louças: torneira aberta, só na hora de enxaguar;

. Confira se a torneira está totalmente fechada. Um filete de 1mm desperdiça, em média, 1.280 litros de água por dia;

Banheiros

. Não abuse da descarga. Ela pode consumir até 40% da água usada em toda a casa;

. Regule periodicamente a válvula da descarga;

. Não jogue papel, absorvente higiênico, fraldas descartáveis, cotonetes, preservativos ou pontas de cigarro dentro do vaso sanitário, pois podem causar entupimentos;

. Diminua o fluxo de água do chuveiro. Quando estiver se ensaboando, mantenha-o fechado.

Áreas externas

. Prefira sempre o balde à mangueira para lavar o carro, por exemplo. É mais econômico;

. Se precisar usar a mangueira, use esguicho (tipo bico). Com ele, o fluxo de água é interrompido sempre que você não estiver utilizando;

. Não use o jato d`água para “varrer” o chão. Prefira a vassoura. Aproveite água da máquina de lavar, para limpar passeios, terreiros e pátios;

. Evite lavar carros, garagens e calçadas, bem como regar jardins, várias vezes por semana.

Equipamentos

. Cuidado com o hidrômetro. Se suspeitar de vazamentos no aparelho, ligue para o Cesama Atende – 115;

. Caso suspeite de vazamentos internos, contrate um técnico para os trabalhos de vistoria;

. Cheque sempre o funcionamento da boia instalada na caixa d`água.

Fonte: Assessoria

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.