Felipão é apresentado como novo técnico do Cruzeiro

Em meio à má campanha na Série B e atualmente na luta contra o rebaixamento, o Cruzeiro anunciou Luiz Felipe Scolari como seu novo treinador. O novo comandante que assume o posto deixado por Ney Franco, está de volta à Celeste, clube pelo qual teve passagem no ano de 2000, logo após a conquista da Copa do Brasil. 

No seu primeiro vínculo com o time mineiro, chegou às semifinais da Copa João Havelange em 2000, porém foi eliminado para o Vasco que viria ser campeão naquele ano. Na temporada seguinte, venceu a Copa Sul Minas. Todavia, obteve eliminação precoce, na fase semifinal (à época disputada em grupos) do Campeonato Mineiro e posteriormente veio a eliminação nas quartas de final na Libertadores diante do Palmeiras. 

No mesmo ano, Felipão foi contratado para comandar a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2002 e levou a Amarelinha ao inédito pentacampeonato.

O treinador firmou contrato até o final de 2022, cuja negociação contou com participação do presidente Sérgio Santos Rodrigues, do diretor Deivid e do consultor do departamento de futebol, José Carlos Brunoro. 

Nascido em Passo Fundo (RS), Felipão tem um currículo extremamente vitorioso, com 27 títulos conquistados ao longo da carreira. Entre eles destacam-se: Copa do Mundo (2002), Copa das Confederações (2013) Copa Libertadores (1995 e 1999), Recopa Sul-Americana (1996), Campeonato Brasileiro (1996 e 2018), Copa do Brasil (1991, 1994 e 2012), Liga Chinesa (2015, 2016 e 2017) e Liga Uzbeque (2009).

Ele  também levou a Seleção de Portugal à final inédita da Eurocopa, em 2004, quando ficou com o vice-campeonato diante da Grécia e ficou na quarta posição na Copa do Mundo de 2006. Recentemente, em 2018, dirigiu o Palmeiras que se sagrou Campeão Brasileiro.  Nos 21 jogos sob seu comando, a agremiação paulista teve 84% de aproveitamento.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.