Adesão ao Minas Consciente chega a 75% dos municípios

Em coletiva virtual nesta quinta-feira (24/9), o secretário de Estado adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, apresentou as atualizações do Minas Consciente. “Hoje, temos 647 municípios aderidos ao plano, o que representa um impacto em mais de 14 milhões de mineiros. A maior parte do estado conta com ações coordenadas e voltadas para protocolos muito bem construídos pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG)”, observou.

Nesta semana, a macrorregião Nordeste, que era a única na onda vermelha, avançou para a amarela. “Quando a sociedade local entende todas as premissas que devem ser observadas, isso se reflete nos indicadores e também no avanço de onda”, afirmou Passalio.

A onda amarela conta, atualmente, com 767 cidades e a onda verde do Minas Consciente inclui 86 municípios.

Orientações

Na coletiva, o secretário de Estado adjunto de Saúde de Minas Gerais, Marcelo Cabral, explicou o papel da SES-MG no desenvolvimento das atividades do Minas Consciente. “A partir das deliberações do Comitê Extraordinário Covid-19, nosso papel é fixar orientações e diretrizes. No entanto, reforçamos que a decisão final e as questões relacionadas à fiscalização cabem sempre aos municípios”, destacou.

Caso a microrregião e a macro, onde a ela está inserida, estejam em ondas diferentes do plano, o prefeito pode, de forma justificada, decidir qual onda seguir. Entretanto, o secretário pontuou que a sugestão da SES-MG é para que os municípios sempre adotem a postura mais conservadora quanto a essa decisão, optando por aguardar uma semana a mais para avançar uma onda mais segura.

“Em situações que demandam um pouco mais de cautela, convidamos os gestores municipais para participar das reuniões realizadas rotineiramente nas macrorregiões. O objetivo é entender com mais clareza e orientar de acordo com o cenário que se apresenta na cidade”, explicou.

Fonte: Agência Minas

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.