World Athletics garante novo prazo para federação russa pagar multa de aproximadamente R$ 32 milhões

A World Athletics (antiga IAAF), determinou que Federação Russa de Atletismo (RusAF), efetue o pagamento da multa de US$ 6,31 milhões (cerca de R$32 milhões), até o dia 15 de agosto deste ano, para evitar expulsão da condição de membro da entidade máxima do atletismo mundial.

A decisão foi tomada durante uma reunião do Conselho através de teleconferência após aceitar a recomendação do presidente Rune Andersen. O caso é referente a um sistema organizado de doping por parte da Federação Russa, ocorrido em novembro de 2015.

Discursando ao Conselho, Andersen expressou sua decepção pelo fato de a Força-Tarefa ter visto “muito pouco em termos de mudança na cultura do atletismo russo” nos últimos cinco anos. O mandatário relata que a Força-Tarefa gastou “uma quantidade enorme de tempo e esforço tentando ajudar a RusAF a se reformar e ao atletismo russo, para o benefício de todos os atletas russos limpos”.

Além disso, Andersen diz que os atletas russos podem competir em torneios internacionais, mas como Atletas Neutros Autorizados, somente se a RusAF pagar as multas dentro do prazo estabelecido e cumprir outros requisitos. Foi determinado também que os tais requisitos não forem cumpridos até dezembro deste ano, um Congresso será chamado para confirmar expulsão, sem recurso permitido.

 

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.