Celebrações religiosas presenciais são vetadas até dia 15 de dezembro

Em decorrência do cenário da Covid-19 em Juiz de Fora, o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, anunciou nesta terça-feira (1), que as celebrações religiosas presenciais estão suspensas até o próximo dia 15 deste mês.

Através de nota oficial, o Arcebispo informa que ‘a determinação vale para todo o território arquidiocesano, composto por 37 cidades”. Além disso, ele permitiu aos “párocos e administradores das paróquias localizadas nas 36 cidades do interior, levando em consideração a situação pandêmica local e as orientações municipais, está autorizada a realização de missas ao ar livre e o cumprimento dos agendamentos já realizados pelos fiéis para os próximos dias”.

Dom Gil reforça que as atividades em Juiz de Fora seguem suspensas, após o município regredir à ‘Onda Amarela’ do Programa Minas Consciente. Entretanto, se houver casamentos com datas marcadas durante o período de suspensão, estes “ podem ser mantidos, se assim for da vontade dos noivos e desde que sejam respeitadas as medidas de proteção individual. Já os ritos de Batismo, Primeira Eucaristia, Crisma e atendimento de confissões devem ser remarcados, assim como a Unção dos Enfermos, quando possível for”.

Quanto à questão das Missas, o Arcebispo frisa que elas continuam sendo transmitidas por meios eletrônicos conforme organização de cada paróquia, sobretudo nos domingos e festas.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.