SEL lança edição da Copa Bahamas de caráter solidário

A Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), lançou a edição solidária da Copa Bahamas, cujo objetivo é unir forças em prol de entidades filantrópicas e da saúde. Em decorrência da pandemia do Coronavírus, foram cancelados diversos eventos esportivos da cidade, dentre eles a própria “Copa Prefeitura Bahamas de Futsal e Futebol”, além da “Copa 60+ de Fut7”.

De acordo com informações da Prefeitura, a nova edição da Copa contará com uma mudança em sua disputa: ao invés das vitórias das equipes, tanto em campo quanto em quadra, os pontos conquistados serão convertidos por quilos de alimentos doados e por doação de sangue. 

Cada quilo de alimento doado, exceto sal, vale um ponto e cada comprovante de doação de sangue à Fundação Hemominas, Hemocentro Regional de Juiz de Fora, em nome da equipe, valerá 20 pontos. Os alimentos serão entregues para instituições previamente definidas pela equipe da SEL.

O período de inscrições e doações, começa na segunda-feira (23) e será encerrado no dia 11 de dezembro, através do portal http://www.copajf.com.br/ e no https://www.facebook.com/copapjfdefutebol. A partir do momento em que a inscrição for efetuada, deverá ser feito agendamento da entrega das doações, junto ao Departamento de Organização, Promoção e Execução de Eventos de Esporte e Lazer (Dopeel).

Premiações

Segundo o regulamento, serão premiadas as equipes que conquistarem o maior número de pontos e as que conseguirem o maior número de doações de sangue (mínimo de 20 doações em nome da equipe). As duas premiações serão entregues pelo Grupo Bahamas e, além do troféu do evento, as equipes levam para casa um jogo de uniforme completo, composto por 20 camisas, 20 calções, 20 pares de meiões e 2 uniformes completos para goleiros, nas cores da agremiação e com a logomarca dos patrocinadores.

A secretária interina de Esporte e Lazer, Leila Cláudia Machado, reforça o caráter solidário das Copas, “Todos os anos entregamos mais de uma tonelada de alimentos para entidades parceiras da SEL. Este ano não pudemos realizar os eventos, mas pensamos que esta é uma forma de ajudar as instituições e, ao mesmo tempo, promover mobilização social e integração das equipes que estão sempre conosco nos campeonatos. Esperamos, com isso, que as equipes vejam que o esporte é socialmente relevante”.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.