Tupynambás vence pela segunda vez na Série D

Em jogo válido pela segunda rodada do Grupo 6 do Campeonato Brasileiro Série D, o Tupynambás visitou o Palmas, nesse sábado (26) no Estádio Nilton Santos em Tocantins e venceu pelo placar de 2×0, conquistando assim sua segunda vitória consecutiva na competição. Com o triunfo fora de casa, o Leão do Poço Rico assumiu a liderança de sua chave e seu próximo compromisso será nesta quarta-feira (30), diante da Caldense no Estádio Radialista Mário Helênio em Juiz de Fora.

Na classificação de seu grupo, o Baeta lidera com 6 pontos. Mesma pontuação do Gama, segundo colocado. Atlético de Alagoinhas é o terceiro com 3 e o Brasiliense fecha a zona de classificação para a próxima fase, também com 3 pontos.  

Primeiro tempo

Na etapa inicial da partida, o Tupynambás teve mais posse de bola e trocava passes, para tentar achar espaço no sistema defensivo do time da casa, que tentava investir em contra-ataque, porém sem oferecer muito perigo ao goleiro Arthur. 

O Baeta só não saiu na frente ainda no primeiro tempo, graças às defesas de Jennerson, que em uma das jogadas, espalmou o chute dado por Linhares. No rebote, o time manteve a pressão e o mesmo Linhares cabeceou na pequena área e o goleiro operou milagre. No rebote, Vinícius Leonel pegou a sobra, bateu e acertou o travessão e a bola saiu. Ambas as equipes foram para o intervalo com 0x0 no placar.

Segundo tempo

Na volta para a parte final do jogo, o Tupynambás tomou as iniciativas e logo aos 4 minutos, teve pênalti a seu favor, onde Fabinho Alves recebeu dentro da área e foi derrubado. Ygor foi para a cobrança e bateu no canto direito de Jennerson, colocando o Baeta na frente do marcador.

Após o gol, o time continuou dominando a partida e por pouco não ampliou sua vantagem. Aos 26 minutos, Fabinho iniciou a jogada pela esquerda e rolou para Albert que chutou forte, porém foi defendido pelo goleiro do Palmas. Pouco tempo depois, Jennerson novamente se destacou, ao defender o chute de Fabinho.

O Tupynambás continuou mantendo a pressão e teve duas chances claras de fazer o segundo gol com Fabinho. Na primeira tentativa recebeu na área, driblou o zagueiro e o goleiro, porém chutou na rede pelo lado de fora. A segunda chance saiu em jogada de contra-ataque e o próprio Fabinho ficou cara a cara com Jennerson. O jogador do Baeta tentou chute de cobertura, porém a bola subiu demais.

Aos 33, a equipe de Juiz de Fora chegou ao segundo gol, após cobrança de falta de Marcos Nunes. Ele bateu direto e a bola quicou na frente do goleiro e parou no fundo das redes. Após o lance, o Baeta ficou tocando a bola até o apito final e obteve sua segunda vitória da Série D.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.