Ex-piloto de F1, Alessandro Zanardi, faz nova cirurgia e inicia reabilitação

Passados três meses desde o dia em que sofreu acidente ciclístico, o ex-piloto de F1 e atual atleta de paraciclismo, o italiano Alessandro Zanardi passa por mais uma cirurgia e dá início ao tratamento de reabilitação, no Hospital San Raffaele em Milão, na Itália. Desde que foi transferido para a unidade hospitalar, Zanardi tem apresentado melhoras significativas em seu estado de saúde.

De acordo com o boletim divulgado pela instituição, o italiano passou pelo processo e reconstrução craniofacial. Até então, ele tem respondido positivamente a cirurgia:

“O Sr. Alex Zanardi segue em terapia subintensiva mantida por uma equipe multidisciplinar coordenada pelos professores Luigi Beretta, diretor de Neuroreanimação, Mario Bussi, Diretor de Otorrinolaringologia, Sandro Iannaccone, Diretor de Neurorreabilitação, e Pietro Mortini, Diretor de Neurocirurgia. Há vários dias, Alex Zanardi tem sido submetido a sessões de reabilitação cognitiva e motora, com administração de estímulos visuais e acústicos aos quais o paciente responde com sinais transitórios e iniciais de interação com o ambiente” segundo comunicado do hospital.

A entidade informa também que Zanardi passará por mais uma cirurgia pelas próximas semanas. Mesmo com os avanços na recuperação do paciente, o hospital diz que ainda não é possível definir o diagnóstico final, em decorrência da complexidade do caso.

Acidente

Alessandro Zanardi sofreu um acidente no dia 19 de junho, e teve lesões na cabeça, ao ser atropelado por um caminhão, quando participava de uma volta ciclística na região de Toscana na Itália e entrou acidentalmente em uma pista onde havia tráfego de veículos. 

Carreira no automobilismo

Alessandro Zanardi estreou na F1 em 1991 pela extinta equipe Jordan, disputando as últimas 3 etapas daquela temporada. Em 1992 foi convidado para substituir o brasileiro Christian Fittipaldi na extinta Minardi. Em 1993 foi contratado pela também extinta Lotus e marcou seu primeiro ponto no GP do Brasil. Após esse feito, ele teve um acidente de bicicleta e lesionou seu pé esquerdo. Diante disso, disputou apenas mais duas provas.

Em 1994 foi mantido no time inglês, mas como piloto de testes e foi substituto do português Pedro Lamy. Mesmo assim Zanardi não teve bom rendimento no restante do ano.

No período de 1996 a 1998, competiu na extinta Champ Car, pela tradicional equipe Target Chip Ganassi. No ano seguinte em 1999, retornou à F1 pela Williams, mas sem boas exibições e largou definitivamente a categoria.

Em 2001 sofreu um grave acidente no circuito oval EuroSpeedway Lausitz na Alemanha e teve suas duas pernas amputadas. Após o grave acidente, ele competiu em carros de turismo de 2005 a 2009.

Atleta paralímpico

Em 2007, Alessandro Zanardi se tornou atleta paralímpico de ciclismo. Disputou as Olimpíadas de 2012 em Londres e 2016 no Rio de Janeiro, acumulando 4 medalhas de ouro e 2 de prata.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.