Em busca de índice olímpico no salto triplo, Núbia Soares retorna aos treinos na Espanha

Desde o início de junho, a rotina da brasileira Núbia Soares, atleta de salto triplo, está praticamente normalizada. Integrante da equipe do Barcelona, ela reside na pequena cidade espanhola de Guadalajara e aos poucos retoma o ritmo de treinos anterior à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) em busca do maior objetivo: alcançar a marca de 14,32m, o índice olímpico para a prova do salto triplo nos Jogos de Tóquio.

Em junho de 2019, Núbia saltou 14,28m, em Huelva (Espanha). “Fiquei pertinho. Estava planejando seguir competindo na temporada outdoor e conseguir a marca. Só que veio a pandemia e interrompeu a temporada. Mas tudo bem. Falta pouco”, disse a atleta mineira.

Só que as marcas voltam a valer para a corrida olímpica apenas em dezembro. Até lá, ela não descarta participar de algumas provas menores na Europa: “Se tiver eventos confirmados por aqui, gostaria de participar. Seria melhor. Mas como tenho o compromisso importante com a busca do índice, não posso começar o trabalho de base muito tarde”.

Depois, ela não descarta até mesmo uma vinda ao Brasil: “No final do ano vai ter GP Brasil e, depois, o Troféu Brasil. Acredito que vou participar apenas do GP. Depende de como as coisas vão ficar até lá. O certo é que, em 2021, vou fazer a temporada europeia indoor. Vai dar tudo certo. É só manter a calma e treinar”.

Em relação aos treinos, ela também planeja algumas mudanças. “Uma coisa que estou planejando alterar é a quantidade de passadas na minha corrida. Estou usando 15, mas queria diminuir para 13. Tenho que otimizar um pouco mais minha corrida”, adiantou a brasileira, que está no atletismo há oito anos e participou dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 2016. Além disso, ela é recordista brasileira da prova, com a marca de 14m69, obtida em Soteville, na França, em 17 de julho de 2018.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.