Núcleo de Basquete do “Heróis do Futuro” retoma atividades e busca rendimento esportivo 

O núcleo de basquete do programa “Heróis do Futuro”, da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), comandado pelo instrutor José Henrique Casarim, retomou as atividades e oferece vagas para crianças e adolescentes de 11 a 17 anos. As aulas acontecem no Clube Tupynambás, que fica na Rua Delorme Louzada, 32, Bairro Santa Teresa. Para Márlen Paradela, supervisora do programa, o objetivo é incentivar a prática esportiva: “Temos a expectativa de aumentar o número de alunos, pois queremos motivar mais crianças e adolescentes, oferecendo vagas em todos os núcleos. Neste núcleo de basquete, temos uma equipe que disputa campeonatos em Juiz de Fora e região. O Casarim atende quem quer aprender a modalidade e quem já pratica há mais tempo e deseja ter um rendimento esportivo melhor”.

Abisai Araújo Silva, de 18 anos, participa do programa há três e ficou animado com as caras novas no treino: “a expectativa é boa. Está vindo uma geração nova, que vai vivenciar o basquete, aprender e crescer dentro do esporte. Graças ao projeto, eu já fiz uma peneira no Rio de Janeiro”. Também participando do projeto há três anos, Eric Gomes, de 16, destacou a importância da frequência nos treinos para melhorar cada vez mais no esporte: “No início é bastante complicado, mas quando você começa a praticar mais, suas habilidades vão melhorando e você se destaca melhor. Nós disputamos diversos campeonatos e isso se dá pela rotina de treinamentos”.

 

“Heróis do Futuro”

 

Trabalha com iniciação esportiva em diversas modalidades, tais como futsal, vôlei, basquete e handebol, em escolas e em um clube. As equipes participam de competições. Os horários e locais estão no link pjf.mg.gov.br/secretarias/sel/programas/herois_futuro. As inscrições estão abertas e são gratuitas, assim como todo o programa. Para efetuar a matrícula, o responsável deve comparecer ao núcleo com o interessado, portando o RG e/ou certidão de nascimento, e procurar o professor do setor.

 

Fonte: Assessoria

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.