É Tetra! Seleção Brasileira ganha do México e conquista o Mundial Sub-17

Foi na raça, na vontade e no talento, assim se resume a Seleção Brasileira na final da Copa do Mundo Sub-17 ao derrotar os mexicanos por 2×1, a primeira a ser realizada em solo brasileiro. No primeiro tempo a seleção canarinho teve mais controle do jogo e teve as melhores chances de abrir o placar, porém o goleiro Garcia estava inspirado e defendeu as finalizações de Peglow, Veron e Patryck. O Brasil ainda mandou uma bola no travessão no chute de Peglow.

Na volta do intervalo, foi a vez do México de colocar pressão nos brasileiros no início do segundo tempo. Mesmo assim o Brasil retomou o controle e novamente passou a ter as melhores chances de sair na frente no placar. A chance real de gol criada pelos Mexicanos aconteceu aos 20 minutos, quando González recebeu cruzamento e cabeceou para fazer 1×0 para o México.

Apesar do gol sofrido, a molecada brasileira não se abateu e manteve a pressão em busca do gol. Aos 27, Diego Rosa recebeu de Veron e chutou da entrada da área à esquerda do gol mexicano. No minuto seguinte, Lázaro também foi acionado por Veron e bateu por cima do travessão. Nos minutos finais, Lázaro recebeu na área, mas o chute parou em Guzman. Daniel Cabral arriscou de fora da área e acertou a trave. No rebote, Veron cabeceou por cima. Logo depois, o árbitro checou um carrinho da defesa mexicana em Veron e assinalou o pênalti. Kaio Jorge cobrou no canto direito e deixou tudo igual na decisão: 1 a 1.

O empate levou a torcida à loucura no Bezerrão em Brasília e empurrou ainda mais a garotada em busca da vitória. Sem perder o controle do jogo, o Brasil seguiu no ataque e nos minutos finais, Lázaro fez o gol do tetracampeonato para a nova geração do futebol brasileiro. Quando o árbitro encerrou a partida, era o fim do jejum de 16 anos sem título do Brasil no Mundial Sub-17.

 

Premiações

Gabriel Veron foi eleito o melhor jogador da competição. O atacante marcou 3 gols e foi um dos destaques do Brasil nesta Copa do Mundo Sub-17. Outro brasileiro premiado foi o goleiro Matheus Donelli, que recebeu a Luva de Ouro (prêmio dado pela FIFA ao melhor goleiro). Mesmo com a defesa brasileira não ter sido uma as melhores, Donelli foi crucial nos momentos mais importantes na competição.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.