Secretaria de Saúde divulga programação do Novembro Azul

A Subsecretaria de Atenção à Saúde (Ssas) realiza parceria com duas instituições de ensino de medicina da cidade, a Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (Suprema) e o Hospital Universitário (HU da UFJF), para promoção do Novembro Azul, movimento que reforça a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

 

Pelo menos dez unidades Básicas de Saúde (UBS) vão oferecer atendimento entre os dias 9 de novembro e 3 de dezembro, em horário especial, das 18h:00 às 21h:00. Assim, os trabalhadores terão acesso a assistência. Cada unidade vai receber até 80 pacientes e definir a forma de seleção, ou seja, se haverá agendamento prévio ou se será respeitada a ordem de chegada. A programação segue anexa.

 

A campanha é direcionada a homens com mais de 45 anos. A intenção é fazer com que passem por exame clínico para conhecimento de como está a saúde geral. Se o médico considerar necessário exame de toque, o procedimento será feito. Caso recomende o Antígeno Prostático Específico (PSA), o paciente será encaminhado para agendamento no PAM-Marechal. E, se necessário, o profissional ainda pode fazer encaminhamento para o urologista. Ainda estão previstas outras frentes de trabalho, como palestras educativas.

 

Câncer de próstata

 

Algumas células podem se desenvolver e multiplicar de forma anormal, provocando o surgimento de um tumor. O câncer de próstata é o segundo tipo mais incidente entre homens brasileiros. As maiores vítimas são pessoas a partir dos 50 anos ou que tenham parentes de primeiro grau – como pai, irmão ou filho – com a doença.

 

Como sinais sugestivos da doença, são citados dificuldade de urinar, diminuição do jato da urina, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite e sangue na urina. O diagnóstico precoce pode ser obtido por meio de exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos.

 

Hábitos saudáveis, como não fumar, podem reduzir os riscos. Os médicos recomendam alimentação saudável, tratamento adequado da pressão alta, do diabetes e do colesterol elevado. A manutenção de um peso compatível com a altura e prática de atividades físicas também são elementos positivos.

 

De acordo com o DataSus, o número de internações por neoplasia prostática em Juiz de Fora foi de 136 em 2014, 148 em 2015 e 2016, 151 em 2017, 124 em 2018 e 118 até setembro de 2019.

 

Fonte: Assessoria

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.