Ônibus temático de combate à dengue começa a circular nesta quinta-feira

A Prefeitura de Juiz de Fora(PJF), lançará nesta quinta-feira(7), o ônibus em prol do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. A iniciativa será feita em parceria com a Frente Parlamentar Mista de Combate à Dengue. O veículo da empresa Ansal fará a linha 211, Avenida Barão do Rio Branco.

A gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (Dvea) da Secretaria de Saúde (SS), Cecília Kosmann, diz que a circulação do ônibus temáticoé importante no combate à doença. “No último levantamento, detectamos que aproximadamente 98% dos focos de Aedes aegypti estão nas residências e nos estabelecimentos comerciais. A circulação do ônibus temático pela cidade é um lembrete para que a população fique vigilante e faça parte do processo de enfrentamento da doença”, explica.

 

Campanha de conscientização da Dengue

            Durante a semana, o setor de Educação em Saúde, realizou eventos sobre a conscientização da Dengue. As atividades terminam nesta quinta-feira (7) com Teatro de Fantoches na Escola Municipal Doutor Pedro Marques, no Bairro Caeté.

A entidade realizou também a Blitz Educativa na Avenida Brasil, Exposição de Animais Peçonhentos e mais 2 edições de Teatro de Fantoches.

 

Juiz de Fora já registrou 13 casos de morte por dengue este ano

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Juiz de Fora contabiliza 13 casos de morte por dengue em 2019.

De acordo com a SES-MG, em 2019, até o momento, Minas Gerais registrou 484.624casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) de dengue. Foram registrados 153 óbitos em 47 municípios e 94 óbitos permanecem em investigação para este agravo.

Em relação à Febre Chikungunya, Minas Gerais registrou 2.831 casos prováveis da doença este ano. Até o momento, foi confirmada uma morte por chikungunya do município de Patos de Minas e existe um óbito em investigação.

Já em relação à Zika, foram registrados 753 casos prováveis da doença em 2019, até a data de atualização do boletim.

Ainda de acordo com a SES-MG, o estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, chikungunya e zika).

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.