Nascem três filhotes de cisnes negros no parque do Museu “Mariano Procópio”

O parque do “Museu Mariano Procópio” ganhou novos moradores na última semana, com o nascimento de três cisnes negros. As aves foram chocadas em uma das ilhas do lago e agora estão em abrigo separado, junto com os pais. Nesta quinta-feira, 22, completam dez dias de vida, o que já garante menores taxas de mortalidade.

Os filhotes tiveram o estado de saúde avaliado por veterinário. O sexo dos pequenos só será conhecido posteriormente, através de exame de sangue. Em cerca de três ou quatro meses poderão ser transferidos para o lago do parque e conhecidos pelo público.

A população de cisnes negros do museu agora é de 14, com os novos nascimentos. Está é a primeira ninhada sobrevivente de 2019. As aves estão entre os destaques no paisagismo do parque histórico, que possui coleção variada de espécies da flora e da fauna. Os cisnes negros, ao contrário de muitas outras aves aquáticas, não têm hábitos migratórios. Vivem cerca de 25 anos, formam famílias e passam a vida no local onde nasceram.

Fonte: Assessoria

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.