Sancionado projeto que coloca fim nos canudos de plástico em JF

Com a sanção do Executivo, os bares, restaurantes, lanchonete, vendedores ambulantes e similares de Juiz de Fora só poderão oferecer aos seus clientes canudos de papel biodegradável e/ou reutilizável. A lei do vereador Zé Márcio-Garotinho (PV) prevê que os estabelecimentos terão 120 dias para se adequar a nova norma e parar de oferecer canudos de plástico.

“Esse período é suficiente para que os locais esgotem seus estoques e aderir à nova legislação. O estabelecimento que não cumprir a norma será notificado e caso não se adéqüe será multado em 500 reais”, ressalta Zé Márcio-Garotinho.

A lei coloca Juiz de Fora em um seleto grupo de cidades que estão na vanguarda na proteção ambiental. No Brasil, metrópoles como Rio de Janeiro e São Paulo já adotaram a norma, com o compromisso de diminuírem o consumo de plástico e aumentar a preservação ambiental.

Estima-se que cerca de 4% do plástico existente nos oceanos são canudinhos. E se nada for feito até 2050 teremos mais plástico do que peixe nos oceanos.

“A vida útil de um canudo é o tempo suficiente para você terminar a sua bebida, uma média de 4 minutos. E ele gasta mais de 200 anos para se decompor na natureza e quando vai parar nos oceanos o plástico acaba massacrando a vida marinha”, comenta o vereador.

O vereador ainda ressalta que “a população já tem ciência das conseqüências de quando não cuidamos do nosso meio ambiente. Afinal, estamos todos dentro do planeta e não existe jogar o lixo ‘fora’”.

Foto: Divulgação

Fonte: CMJF

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.