Presidente do TRE-MG visita Juiz de Fora e se reúne com prefeito Antônio Almas

Na manhã de quarta-feira, 10, o prefeito de Juiz de Fora, Antônio Almas (PSDB), se reuniu com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Minas Gerais, Desembargador Rogério Medeiros Garcia de Lima. Conforme o Executivo, durante o encontro, o titular do TRE falou a respeito do recadastramento biométrico que vem sendo realizado na cidade, procedimento obrigatório para que o eleitor possa votar nas próximas eleições.

Segundo Medeiros, dos 392 mil eleitores cadastrados na cidade, até o momento, cerca de 29% se recadastraram. “O recadastramento vai até fevereiro do próximo ano, mas quanto antes o eleitor for ao cartório eleitoral, mais rapidamente será atendido. Infelizmente, deixar para a última hora pode gerar filas e dificultar o atendimento. Nossa intenção é de que tudo seja feito da melhor forma possível para a população”, disse.

O prefeito colocou o município à disposição na divulgação do recadastramento biométrico nos canais oficiais da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e destacou a importância de fazer com que toda a população, incluindo moradores de distritos e áreas rurais, tenham acesso ao procedimento.

Conforme divulgado pela Câmara Municipal, durante visita a cidade, o presidente do TRE-MG, esteve na Casa nos dias 09 e 10 de julho para ministrar uma palestra sobre Direito e Novas Tecnologias e também para conhecer as instalações do posto de cadastramento biométrico que começou a funcionar neste mês de julho na sede do Legislativo.

Além disso, ainda foi informado que o planejamento do TRE-MG é que a partir de agosto os atendimentos na Câmara sejam ampliados para o período da manhã.

Ainda conforme a Casa, para o presidente, a iniciativa em Juiz de Fora é inédita no estado de Minas. “A parceria que começou em Juiz de Fora serve de exemplo para todo o estado de Minas, pois não há uma cessão de espaço tão amplo como este que foi disponibilizado para as atividades do TRE-MG, prestando um serviço para a população”, afirmou, salientando que o foco atualmente é facilitar o acesso dos eleitores ao serviço.

 

Recadastramento biométrico na Câmara

O processo de recadastramento biométrico na Câmara Municipal de Juiz de Fora foi retomado no dia 1º de julho.

O serviço precisou ser interrompido no dia 3 de junho após uma chuva. Uma das calhas do prédio estava entupida, o que causou vazamento em sua estrutura, e provocou a queda de parte do forro da sala disponibilizada para o serviço de biometria. Sendo assim, o local teve que ser esvaziado, para uma reforma imediata.

Desde o último dia 28 de junho, os interessados em realizar o recadastramento biométrico já podiam agendar o horário de atendimento por meio do site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Conforme as informações da Câmara Municipal, a parceria com o TRE tem o objetivo de facilitar o acesso dos cidadãos aos pontos de recadastramento. A Casa disponibilizou três salas para atendimento e cedeu 12 funcionários que foram treinados para realizar o processo.

O atendimento do TRE funciona de 12h às 18h. Ao todo, são 26 guichês disponíveis para recadastramento e o atendimento dura entre 8 e 10 minutos.  No dia do recadastramento biométrico é preciso apresentar RG, comprovante de residência, título eleitoral (se já possuir) e CPF.Aqueles que não fizeram o agendamento prévio podem aguardar na fila, respeitando a ordem de chegada e a prioridade para pessoas idosas, gestantes e para pessoas com deficiência.

Os eleitores de Juiz de Fora que não realizarem o procedimento terão o título de eleitor cancelado. Quem já fez a coleta de dados biométricos entre 29 de setembro de 2015 e 31 de janeiro de 2019 terão seus dados aproveitados e não precisam fazer o recadastramento.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.