IGP-M acumula taxa de 6,4% em 12 meses, diz FGV

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, registrou inflação de 0,4% na primeira prévia de julho. Com isso, o indicador, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), acumula taxas de inflação de 4,8% no ano e 6,4% em 12 meses.

A prévia de julho é inferior à taxa observada na prévia de junho, que foi 0,73%. A queda do IGP-M foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo. Os preços  no atacado tiveram uma inflação de 0,42% em julho, depois de registrar taxa de 1,15% em junho.

Por outro lado, as taxas do varejo e da construção tiveram aumento. O Índice Nacional de Custo da Construção, que havia registrado deflação (queda de preços) de 0,07% na prévia de junho, passou a registrar inflação de 1,22% em julho.

O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve aumento da taxa, mas continuou registrando queda em julho (-0,02%). Em junho, a deflação havia sido de 0,09%.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.