Juiz de Fora produz cerca de 500 toneladas de lixo por dia

A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) segue com a campanha “Eu cuido de JF – Se é público, também é seu”, da Secretaria de Comunicação Pública (Secom), que tem como objetivo conscientizar a população para o cuidado com o bem público mostrando que os recursos e a mão de obra da PJF podem ser melhores aproveitados.

Desta vez, a PJF divulgou, com base nos dados do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), que Juiz de Fora produz cerca de 500 toneladas de lixo por dia – o que equivale ao descarte, em média, de um quilo de resíduo por cidadão. Somente no chão da região central da cidade, cerca de cinco toneladas são recolhidas por dia. Na Avenida Getúlio Vargas a quantidade chega a uma tonelada retirada diariamente.

Lixo descartado incorretamente pode virar foco de animais que causam doenças, provocam mau cheiro e, principalmente, entope bueiros e escoamentos, provocando inundações e deixando a cidade suja. Para o diretor-operacional do Demlurb, Tiago Rocha dos Santos, a colaboração da população em participar e ajudar o poder público a manter a cidade limpa, não jogando lixo, materiais sem serventia e entulhos em ruas, calçadas, terrenos e vias públicas, é de suma importância:“A conscientização deve partir de cada cidadão, ao se lembrar que a preservação do espaço público é dever de todos. Uma cidade bem cuidada se constrói com a colaboração de toda a população”.

Em via pública, os resíduos devem ser descartados nas diversas lixeiras espalhadas pela cidade, e o lixo domiciliar somente nos locais e horários corretos, que podem ser conferidos no site demlurb.pjf.mg.gov.br ou pelo “Alô Demlurb”, no telefone 3690-3500.

 

BOCAS DE LOBO

Outro detalhe já divulgado pela PJF durante a campanha é referente ao acumulo de lixo nas bocas de lobo. De acordo com as informações, a Secretaria de Obras (SO) retira, por semana, 30 toneladas de lixo durante a manutenção das bocas de lobo na cidade.

São embalagens de biscoito, palitos de picolé, garrafas pet de refrigerante ou caixinha de suco, entre outros tipos de materiais retirados durante a limpeza, sendo 90% do lixo proveniente da própria população. Conforme a PJF, no caso das bocas de lobo, são gastas 1h30 limpando uma única caixa, tempo que poderia ser gasto limpando mais equipamentos.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.