Enem 2019 já tem 5 milhões de inscritos

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), até por volta de 11h desta quinta-feira, 16, cinco milhões de estudantes já se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019.  As inscrições para o exame terminam às 23h59 de sexta-feira, 17.

As inscrições devem ser feitas, exclusivamente, no site do Inep através da Página do Participante. Este ano, a taxa de inscrição do exame custa R$85,00 e deve ser paga até o dia 23 de maio. Ainda conforme o Inep, do total de inscritos até o momento, 53% tiveram a isenção aprovada. Para receber a isenção, os participantes que atendiam aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) tiveram que solicitar o não pagamento. A aprovação da isenção da taxa de inscrição não significa que o participante está inscrito no Enem 2019. Sendo assim, todos os interessados, isentos ou não, devem realizar inscrição. Estudantes que entraram com recurso relacionado ao pedido de isenção já podem verificar o resultado. As informações foram divulgadas no Sistema Enem. É necessário fazer login para acessar o resultado.

O candidato que precisar de atendimento especializado e específico deve fazer a solicitação durante a inscrição. Durante este período, o participante poderá atualizar dados de contato, escolher outro município de provas, mudar a opção de língua estrangeira e alterar atendimento especializado e/ou específico. Após esse prazo, não serão mais permitidas mudanças.  O prazo para pedidos de atendimento por nome social vai de 20 e 24 de maio.

Os candidatos que já concluíram o ensino médio ou vão concluir ainda este ano podem usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior, de bolsas de estudo ou de financiamento estudantil.

Estudantes que vão concluir o ensino médio depois de 2019 também podem realizar o exame, mas neste caso,  os resultados servem somente para autoavaliação, sem possibilidade de o estudante concorrer efetivamente às vagas na educação superior ou para bolsas de estudo. Esses participantes devem declarar ter ciência disso já no ato da inscrição.

Posteriormente, a partir de outubro, o Inep vai disponibilizar o cartão de confirmação. O documento informa o número de inscrição e as datas, os horários e o local das provas. A recomendação do ministério é que o candidato leve o documento nos dois dias de prova.

As provas do Enem 2019 vão ser aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro, os participantes vão responder questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação, dentro das 5 horas e 30 minutos de prova. No segundo dia, os estudantes vão ter 5 horas para resolver as provas de ciências da natureza e matemática. Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o dia 13 de novembro. A data em que o resultado do exame estará disponível será divulgada posteriormente.

Os candidatos podem usar as notas do Enem para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 

Inscrições pelo celular 

Ainda de acordo com os dados do Inep, os participantes estão usando mais o celular e o tablet para fazer a inscrição no Enem este ano. Até a última quarta-feira, 15, cerca de 60% dos candidatos haviam feito a inscrição por esse meio. Em 2018, apenas 30% do total de inscritos usaram celulares ou tablets para se inscreverem.

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.