Funalfa distribui convites para espetáculo com recursos de acessibilidade

A Fundação Cultural “Alfredo Ferreira Lage” (Funalfa) vai começar a distribuir 150 ingressos para a peça “Ninguém mais vai ser bonzinho” a partir de quarta-feira, 15. A distribuição dos convites é dirigida a pessoas com algum tipo de deficiência.

O espetáculo é do grupo carioca “Os Inclusos e os Sisos”, criado pela atriz Tatá Werneck, e será apresentado no dia 23 deste mês, quinta-feira, às 15 horas, no Teatro “Paschoal Carlos Magno”. Serão liberados até dois ingressos por CPF, considerando a necessidade de acompanhante.

A retirada dos ingressos deve ser feita na sede da Funalfa (Avenida Rio Branco, 2.234 – Centro), das 8h30 às 11h30 e das 14h30 as 17h30. É necessário informar o nome completo e o tipo de deficiência. No caso de instituição com reconhecido trabalho no atendimento a esse público, o total de convites será equivalente ao número de assistidos interessados em assistir à peça. Além disso, outros 200 convites vão distribuídos por meio da Secretaria de Educação e destinados a estudantes, profissionais e professores.

A produção oferece dez recursos de acessibilidade, como intérprete de Libras, fones para audiodescrição, material de comunicação em braile e formatos digitais, além de visita tátil ao cenário, entre outros. A montagem aborda questões cotidianas de preconceito e discriminação. São sete esquetes que apresentam personagens em que o público se reconhece com facilidade, permitindo que todas as pessoas – com e sem deficiência – participem e se divirtam juntas no teatro. Não há restrição de idade, mas a montagem é recomendada para pessoas a partir de 12 anos.

O espetáculo já foi visto por mais de cem mil espectadores, e o grupo “Os Inclusos e os Sisos” recebeu prêmio das Nações Unidas por ser o único no mundo a oferecer máxima acessibilidade.

 

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.