AS OPORTUNIDADES ESTÃO ONDE VOCÊ ESTÁ

Existiu um americano cujo sonho era encontrar ouro. Ele vendeu a casa e foi para o oeste dos Estados Unidos, onde diziam que havia ouro. Comprou todos os equipamentos e começou a cavar, cavar, cavar, e não achou nada. Desiludido, voltou para sua cidadezinha. Então, ficou sabendo que o indivíduo que comprara sua casa encontrou ouro no quintal. Veja só: o ouro, que ele tanto procurava, estava no quintal e, mesmo assim, ele não conseguiu encontrar.

As oportunidades estão onde você está. Não adianta mudar de casa, de cidade, pois o problema vai junto. O segredo é mudar a percepção: mudando a percepção, você muda a realidade.

Quando se trata de sucesso, trabalhar é importante, mas não é o bastante.

Só trabalhar não resolve a vida de ninguém. Se você reparar bem, quem mais trabalha é quem menos ganha. Veja o operário: ele acorda cedo, pega duas ou três conduções, come comida fria, chega em casa tarde da noite e se aposenta com um salário mínimo (quando se aposenta!).

Sucesso é saber viver, e isso inclui auto-estima, comunicação, metas, atitude e ambição. Cada um desses temas abre as portas do sucesso para você.

Um grande trabalho

Havia nos Estados Unidos um sujeito chamado Andrew Carnegie, considerado na época um dos homens mais ricos do mundo. Ele trabalhava na compra e vende de aço. Um dia, em suas reflexões, ele pensou que gostaria de deixar para o mundo alguma coisa além do dinheiro. Queria deixar essa habilidade que possuía, de transformar em riqueza tudo aquilo em que colocava as mãos. Gos­taria de criar uma ciência — a ciência do sucesso.

Só que Andrew Carnegie era uma pessoa muito ocupada, sem tempo para essa empreitada. Co­me­çou, então, a procurar quem o fizesse por ele. Uma noite, numa festa, conheceu um jovem chamado Napoleon Hill. Ele ficou impressionado com a in­te­li­gência de Hill e lhe propôs fazer um estudo sobre as pessoas mais bem-sucedidas da época. Hill foi para casa, pensou muito no assunto e decidiu aceitar. Durante 25 anos, en­trevistou milhares de pessoas, das quais, mil eram mi­li­o­nárias. Dessas mil, ele selecionou quinhentas que, além de terem muito dinheiro, tinham boa saúde, alegria, pres­tígio, etc.

Hill passou, então, a estudar profundamente as características desses indivíduos e mostrou a diferença que faz a diferença entre um indivíduo bem-sucedido e aquele que batalha, batalha, batalha e não consegue o que quer na vida. Ele criou o know-how do sucesso!

A diferença entre quem atinge o sucesso e quem não o atinge é muito pequena, bem menor do que parece. O sucesso poder ser medido até em centímetros: alguns cen­tí­metros na frente é tudo de que um atleta precisa para ganhar a medalha de ouro, e, outro, para a perder.

Na vida é a mesma coisa. Um profissional que ganha três vezes mais que um colega não tem o triplo da inteligência dele. E o estudante que tira notas duas vezes mais altas não é duas vezes melhor que os outros. É pequena, assim, a diferença entre ganhar dinheiro e não ga­nhar… Essa pequena di­fe­rença é a razão do sucesso.

As brilhantes conclusões de Napoleon Hill, você irá conhecer nos próximos artigos, pois quero transferir o know-how do sucesso para você.

Lair Ribeiro

Dr. Lair Ribeiro — Palestrante internacional, ex-diretor da Merck Sharp & Dohme e da Ciba-Geigy Corporation, nos Estados Unidos, e autor de vários livros que se tornaram best-sellers no Brasil e em países da América Latina e da Europa. Médico cardiologista, viveu 17 anos nos Estados Unidos, onde realizou treinamentos e pesquisas na Harvard Unversity, Baylor College of Medicine

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.