Cresça e permaneça – 5ª parte

Olá empreendedores! Você sabe a diferença entreempresário ou comerciante?

Um dos motivos que fazem empresas crescerem e permanecerem no mercado é a gestão do negócio. O que fazem muito bem os empresários. É bem mais simples do que se costuma pensar, e é claro que deve ser levado em consideração as nuances de cada negócio, e de maneira geral, é simples.

Não basta ir á região serrana do Rio ou á São Paulo fazer compras, trazer, colocar na vitrine e esperar o cliente aparecer, isso é coisa de comerciante. O que te impede de realmente colocar em uma planilha ou até uma anotação em um caderno, o quanto se ganha com essa transação? Pense em todos os custos, no caso acima, temos a passagem, a gasolina, o desgaste de pneus, óleo, balanceamento do carro, pedágio, lanche, almoço, ou se for de ônibus, a gasolina para estar no ponto de encontro de saída ou a corrida do taxi para deixar você na sua casa após a viagem, e outros itens já citados. Ao chegar, é preciso embutir os impostos, encargos e hora trabalhada. Chamaremos de custos fantasmas, que são os responsáveis por muitos negócios fecharem suas portas, pois é preciso administrar suas vendas.

O bom empresário sabe que a gestão dos custos fará a empresa crescer, e o crescimento pode se dar por abertura de outras unidades ou o simples aumento da venda. Para isso é preciso saber o quanto se vendeu no mesmo período do ano passado e no mês passado, fazer comparações é fundamental para saber como está indo e para onde está indo o seu negócio. Isso o fará permanecer no mercado. Ao optar por continuar “trocando cebola” você não está gerando riqueza, e isso ao longo de um tempo vai te tirar do mercado. Faça o básico, compare quantidades vendidas e preços praticados, tipo de peças vendidas e se a margem está cobrindo todos os seus custos. É simples não é? SIM! Então faça agora, quanto tem estoque? Há mercadorias encalhadas? O que está vendendo mais? Mantenha também uma caixa de sugestão ou até um caderno de anotações para receber feedback e sugestão de clientes, isso vai lhe ajudar muito!

Agora que você sabe o custo real para se manter aberto, percebe margens de lucro sadias para seu negócio, procure o ponto de equilíbrio. Quanto é preciso vender para pagar os custos de operação do negócio? Quanto é preciso vender para que eu tenha determinado número de colaboradores? Quanto é preciso vender para obter lucro na operação? Então faça a meta de vendas baseada nisso, é um excelente caminho para que sua empresa cresça e permaneça.

As metas se muito altas ou muito baixas desmotivam, elas devem ser comparativas ao ano anterior, então você pode querer crescer 20% ao mês comparado ao ano anterior, por exemplo. Se for um novo negócio, faça a sua meta baseada no parágrafo anterior, que também é um bom começo.

Já imaginou o quão bom seria ver sua empresa crescendo através dos anos, perceber como está hoje em relação á anos atrás, com mais lucro e obtendo os resultados que deseja?

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.