Os vereadores Charlles Evangelista e Sheila Oliveira devem ser os representantes mineiros do Partido Social Liberal (PSL) em busca de uma cadeira na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e outra na Câmara dos Deputados. O lançamento das pré-candidaturas dos parlamentares acontece na noite desta sexta-feira, 4, durante evento realizado pelo partido no Ritz Plaza Hotel. A pré-candidata a deputado estadual, Sheila Oliveira, que também é delegada da Polícia Civil (PC), está na corporação há 18 anos, sendo que há 10 ocupa o papel de titular de várias delegacias. Assumiu o mandato de vereadora em 2017, após ser eleita em 2016, com 9.921 votos.

“Quando me candidatei [a vereadora], minha principal bandeira era a questão da segurança pública. Alguns projetos e campanhas foram realizados em prol da causa, no combate à pedofilia, às drogas, mas, percebi que o cenário do Legislativo local é muito limitado, quando se fala em criar ações”, explicou Sheila sobre o convite recebido pelo PSL para se candidatar.

Parlamentares falam em momento de renovação na política atual. Foto: Divulgação

 

Segurança pública é o que vai nortear a campanha da parlamentar. “O que pretendo mostrar é que é possível fazer diferente, quebrar paradigmas e fazer coisas novas. Com relação à segurança púbica a nível estadual, que é meu foco, primeiramente, a polícia judiciária como um todo precisa ter representatividade. Não vemos isso hoje, o que ocasiona danos à população. É uma situação de abandono vivenciada pelas forças de segurança ostensiva, redução no efetivo, falta de veículos e de outras condições para trabalhar. Isso reflete na sensação de insegurança sentida pela sociedade”, ressaltou. “Com todo o cenário político que envolve o país, esse é um momento propício para renovação, fazer diferente e acabar com as más práticas”, acrescentou Sheila.

Por sinal, renovação é a palavra que define as propostas do pré-candidato a deputado federal, Charlles Evangelista. “O foco principal é a importância de mudar, combater a corrupção e conscientizar a população. Auxílio na segurança pública, no combate às drogas, com ações de prevenção para os jovens que estão se perdendo nesse mundo, essas são algumas das ideias. Além disso, buscar investimento e apoio ao microempreendedor, grandes geradores de emprego no país”, reiterou.

Evangelista também foi eleito em 2016, com 2.625 votos. Com apenas 20 anos foi aprovado em concurso público promovido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), assumindo o cargo de Oficial de Justiça Avaliador. Na Câmara, criou Comissão Especial “Cumpra-se”, responsável por fiscalizar o cumprimento de algumas leis no município. De acordo com ele, as limitações encontradas no Legislativo para expandir as ações motivaram a candidatura. “Num cenário em que políticos estão sendo vaiados no país, fiz um trabalho em que fui reconhecido pelas pessoas, seja na Câmara ou na rua. Porém, me deparei com as limitações encontradas quando se é vereador. Tinha ideia para fazer, mas não conseguia executá-las por conta disso. Por isso, aceitei o convite e, como deputado federal, pretendo ajudar a cidade e o estado como um todo”, afirmou.

 

Compartilhe




Receba nossa Newsletter gratuitamente


Digite a palavra e tecle Enter.